Análise cromática e cartela de cores pessoal

Olá pessoal! Quem me acompanha pelo instagram, viu que há algumas semanas atrás fiz o workshop “Conheça suas cores”, com a Ana Soares do blog Hoje vou Assim Off. Eu já estava desejando fazer este curso faz tempo, e quando abriram as vagas para Janeiro, fui correndo me inscrever!

Para quem não sabe ou nunca ouviu falar sobre o assunto, a análise cromática é um processo que visa descobrir as melhores cores para cada pessoa. Aquelas que combinam com os tons da sua pele, cabelo e olhos, e que vão valorizar, harmonizar e servir de moldura para o seu rosto. 

análise cromática, coloração pessoal, cartela outono profundo.

As cores que estão próximas ao nosso rosto – em blusas, casacos, bijuterias, maquiagem, lenços etc – são refletidas na nossa pele, e tem o poder de acentuar ou amenizar linhas de expressão, olheiras, rugas… Já reparou que às vezes vestimos uma peça e ficamos com um ar de cansaço que não sabemos muito bem de onde vem? Isso pode ser um resultado das cores que a gente usa!

É neste ponto que a análise cromática entra, para nos ajudar a descobrir qual o nosso tom e subtom de pele, e quais as cores que nos valorizam, e quais aquelas que nos “derrubam”. São 12 opções de cartelas de cores, 6 frias e 6 quentes, divididas de acordo com as estações do ano, Pirmavera, Verão, Outono e Inverno. Dentro de cada estação há subdivisões, como por exemplo: Outono Puro, Outono Opaco e Outono Profundo.

Muito confuso? À primeira vista até pode parecer, mas logo logo a gente pega o jeito. Primeiro, é bom entender a divisão entre cores frias e quentes, e depois um pouco sobre contraste. Eu não vou me aprofundar muito sobre o assunto porque ainda sou iniciante nesta seara, mas recomendo muito uma boa lida no blog da Ana Soares e no da Gabriela Ganem, que tem ótimos posts sobre estes temas!

cres frias x cores quentes

 

Para descobrir qual é a sua cartela de cores, o profissional te posiciona em um local com luz natural, e vai colocando abaixo do seu rosto tecidos de diversas cores. Primeiro ele avalia o seu tom de pele: frio ou quente. Depois, se dentro destas categorias, você é neutro, e de alto, baixo ou médio contraste. 

Eu por exemplo sou uma pessoa de tom quente, subtom neutro e alto contraste. Minha cartela é a Outono Escuro, e as cores que mais me valorizam são estas aí da primeira foto. Foi muito engraçado perceber como um tecido lilás bem frio deixa minhas olheiras MEGA acentuadas, meu buço marcado, e minha pele com linhas aparentes. Já um laranja me faz parecer que tenho menos olheiras e dormi 10h de um sono tranquilo na última noite!

análise cromática, coloração pessoal, cartela outono profundo.

No início fiquei meio ressabiada com a minha cartela, pois sou uma grande fã de tons frios. Ainda estou me acostumando com a ideia e exercitando a criatividade com o meu armário e os tons quentes. Fui avaliar minhas roupas e descobri que a maioria é de cores que não estão na minha cartela – mas claro que existem truques para usar essas cores, ninguém precisa renovar o armário inteiro por causa disso.

Na semana passada fiz minha primeira compra pós análise cromática – este vestido mostarda! Recebi vários elogias de como a cor caiu bem em mim, e fiquei mega feliz! Engraçado que antes eu não pensaria em comprar uma peça nesse tom, mas no fim das contas amei o resultado!

>>>

À medida que for evoluindo e entendendo melhor a minha cartela, vou compartilhando aqui com vocês!

Me conta aqui nos comentários se você já fez análise cromática, e se tem vontade de fazer!

Beijos e boa semana! 

2 thoughts on “Análise cromática e cartela de cores pessoal

    1. Oi, Dani! O workshop é incrível e o jeito de comprar muda depois que a gente descobre nossa cartela. Vale à pena dar uma eplorada no assunto!

      Beijos!

Deixe uma resposta